segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Maldição. Por Lélia Almeida.

Quando eu nasci as musas, debruçadas sobre o meu berço disseram: "Nossa, como ela é feinha! Pra compensar, você vai ser muito inteligente", disse a primeira, "e clarividente", disparou a segunda, e a terceira, que estava de tmp, lançou a maldição que me persegue vida afora: "e cada vez que você se apaixonar vai emburrecer e perder todos os seus dons!"



2 comentários:

La Vanu disse...

Parcas malditas!

Luis disse...

Conta uma piada no próximo post, ok?